Família de magnata brasileiro põe casas em NY à venda por $120 milhões

0
738

A família Safra (um clã de banqueiros brasileiros, donos do Banco Safra) colocou três casas à venda em New York totalizando $120 milhões (aproximadamente R$ 380 milhões). Os imóveis, localizados entre a Quinta Avenida e a Madison Avenue, foram construídos separadamente, mas com janelas e portas alinhadas, podendo se transformar numa única inacreditável mansão com 22 metros de fachada – o estilo da construção que foi modernizada é da chamada Era Dourada americana, período pós-guerra de Secessão e pós-reconstrução, dos anos 1870 a 1890. A família ainda colocou à venda uma quarta casa ao lado dessas três por $35 milhões (R$ 110 milhões).

Segundo rumores, as casas foram compradas por Edmond J Safra para se tornar parte da sinagoga que eles fundaram na Rua 63, inaugurada em dezembro de 2002. “É um prazer e um privilégio ser o rabino fundador desta sinagoga. Lily (viúva de Edmond) sempre vem aqui quando está em New York”, disse o rabino Ellie Abadie ao Post.

Atualmente, à frente do grupo familiar está Joseph Safra, 76, último filho sobrevivente do patriarca que construiu a fortuna inicial da família, Jacob, pai de oito filhos. Seu patrimônio foi avaliado pela revista Forbes em cerca de $14,5 bilhões, o que faz dele o banqueiro mais rico do mundo.