Familiares pedem ajuda para mineiro vítima de doença grave em New Jersey

0
468

Luís Silva, de 34 anos, passou mal enquanto dormia. Hospital quer mandá-lo para casa

DIVULGAÇÃO
Luis da Silva

Luis da Silva

DA REDAÇÃO (com com Brazilian Voice) – O brasileiro Luís Silva, de 34 anos, natural de Governador Valadares (MG), está internado desde o dia 11 de janeiro quando passou mal enquanto dormia. Quando sua esposa, Milene Braga, tentou acordá-lo, ela percebeu que ele apresentava vestígios de vômito e não respondia.

A princípio, a família suspeitou que fosse um Acidente Vascular Cerebral (AVC). A equipe de emergência que atendeu Luís o levou ao Setor de Emergência do hospital Saint Michael’s Medical Center, no centro de Newark (NJ), onde ele deu entrada, depois foi transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O paciente foi submetido a testes posteriores e os resultados revelaram a possibilidade de um tipo de esclerose múltipla, que inclui a “Encefalomielite Disseminada Aguda”, uma doença rara e grave, pois provoca a inflamação do cérebro com perda da mielina, o fluido responsável pela propagação dos impulsos nervosos (sinapses). O brasileiro, que vive há 11 anos nos Estados Unidos e trabalhava na construção civil continua internado no Saint Michael’s.

O casal Luís e Milene reside em Newark (NJ) e tem uma filha de seis anos de idade que tem autismo, uma síndrome que compromete a capacidade de comunicação desde a infância. A esposa de Silva detalhou que ele, que não possui seguro particular de saúde e está prestes a ser liberado do hospital . O paciente perdeu os movimentos das pernas e braços e a fala. Seus familiares alegam que não têm condições de mantê-lo em casa e que ele teria muito mais chances de recuperação se fosse transferido a um centro especializado em tratamento e reabilitação fisioterápica. Atualmente, somente a esposa do brasileiro trabalha para manter a família.

“Estamos correndo contra o tempo, pois, de janeiro para cá o Luís já perdeu muita massa muscular. Ele precisa urgentemente de reabilitação intensiva e fisioterapia, então, precisamos saber como e onde podemos conseguir isso”, afirma Oliveira.

Com a possibilidadede que Luís seja liberado do Saint Michael’s, seus familiares pedem ajuda à comunidade em geral com relação a qualquer tipo de ajuda ou informação que possibilite a sua transferência para um centro especializado em fisioterapia e reabilitação. As informações podem ser enviadas através do e-mail:dirlenemdd@1129@gmail.com ou no Facebook: Luis Silva Reabilitação.