Fecham as portas para os vistos H2B

0
1365

A quota de 2006 esgotou-se há seis meses

O governo de Washington confirmou o fechamento das portas para os vistos H2B – para trabalhadores estrangeiros sem capacitação profissional – e argumentou que o serviço de imigração recebeu, em 4 de abril, o número suficiente de solicitações.

Desde o dia 4, o Escritório de Cidadania e Serviços de Imigração (USCIS) não recebe petições para atender a quota de 33 mil vistos determinadas pelo Congresso para o segundo semestre do ano fiscal 2006, confirmou o departamento do governo. O ano fiscal americano começa em 1º de outubro e termina em 30 de setembro do ano seguinte.

O USCIS disse que só processará pedidos que chegaram até 4 de abril e o restante será devolvido aos empregadores. Os 33 mil vistos disponíveis são determinados por meio de um sistema computadorizado. O órgão advertiu que está recusando as solicitações de vistos de novos trabalhadores apresentadas depois de 4 de abril.

Detalhes da H2B – O processo do visto H2B demora entre 60 e 90 dias. Mas pode ser acelerado se o patrocinador optar pelo sistema conhecido como Premium Processing, que tem um custo adicional de mil dólares.

O H2B é usado por trabalhadores temporários não profissionais, pessoas que vêm para os Estados Unidos trabalhar em shows, circos, treinadores, atletas, indústria florestal, balneários e certas atividades agrícolas como pastoreio.

O visto dura um ano, e podem ser solicitadas duas extensões pelo mesmo período de tempo e, ao final deste prazo, o portador deve deixar o país.

O H2B pode ser utilizada por pessoas dentro ou fora dos Estados Unidos. O documento inclui a autorização de trabalho da USCIS. A regra indica que o portador do H2B pode trazer seu cônjuge e filhos menores de 21 anos solteiros, os quais recebem o visto H4. “Com este documento, podem permanecer legalmente nos Estados Unidos, mas não têm permissão para trabalhar aqui”, ressalvou Dan Kane, porta-voz nacional do USCIS. A informação enviada pelos patrocinadores é verificada em uma base de dados a cargo do Escritório Federal de Investigações (FBI).

Quando ampliaram a quota – Em 3 de janeiro do ano passado, nove meses antes do término do ano fiscal 2005, o governo anunciou o fechamento das portas ao H2B, em razão do grande número de solicitações apresentadas. O USCIS revelou ter recebido em tempo récorde mais de 100 mil pedidos para cobrir uma quota de 66 mil fixada pelo Congresso.

Em 21 de abril, o Congresso, pressionado pelos comerciantes e dirigentes industriais que utilizam estas permissões, votou a favor de uma emenda que retirou restrições e ampliou a quota. A decisão foi incluída na Lei Suplementária de Gastos Militares para a guerra no Afeganistão e no Iraque (HR 1268), legislação que abrange a polêmica Real ID ratificada pelo presidente George W. Bush em 10 de maio.

Os freios da Real ID – Entre outras restrições, s Real ID restringe a entrega de carteiras de motoristas a estrangeiros, impõe severos requisitos ao pedido de asilo, autoriza a construção de muros na fronteira com o México, acelera as deportações e aumenta o orçamento da Patrulha Fronteiriça (Border Patrol).

O regulamento que normatizará a entrega da nova carteira nacional de motorista estará pronto em 2008, segundo o Departamento de Segurança Nacional (DHS).