Fifa libera R$ 187 milhões para clubes por liberarem jogadores para a Copa

0
592

Base da Alemanha campeã, Bayern fatura R$ 4,6 milhões. Atlético-MG ganha R$ 805 mil por Jô e Victor

DA REDAÇÃO COM GLOBO ESPORTE

Pouco mais de cinco meses após a final da Copa do Mundo de 2014, vários clubes ao redor do mundo ganharam um motivo para comemorar. Na quinta-feira (8), a Associação Europeia de Clubes (ECA) anunciou o montante destinado a cada equipe que teve jogadores convocados por ao menos uma das 32 seleções presentes na competição.

Entre os brasileiros, o Atlético-MG foi quem mais lucrou, com uma quantia de aproximadamente $300 mil dólares a receber. O destaque ficou para o Bayern de Munique, base da seleção alemã, que faturou cerca de $1,7 milhões.

O acordo entre a ECA e a Fifa determinou um valor de $70 milhões (destinado aos clubes que contribuíram para as seleções. O valor total por jogador é calculado multiplicando o número de dias que o atleta esteve a serviço de sua seleção para a Copa do Mundo por um valor diário, fixado em $2,8 mil.

O Galo teve Victor e Jô convocados para a seleção brasileira, que disputou todas as partidas possíveis até a decisão do terceiro lugar, contra a Holanda. Botafogo, São Paulo, Palmeiras, Fluminense, Santos, Internacional, Vasco, Corinthians, Flamengo e Grêmio também receberão uma quantia da Associação por terem cedido jogadores para seleções que disputaram o Mundial.

Confira a lista dos cinco clubes que mais receberam (em dólares):
Bayern de Munique (ALE)–$1,734 milhões
Real Madrid (ESP)–$1,297 milhões
Chelsea (ING)–$1,253 milhões
Barcelona (ESP)–$1,191 milhões
Manchester United (ING)–$1,160 milhões

Veja a quantia recebida pelos clubes brasileiros (em dólares):
Atlético-MG: $300,533 mil
Botafogo: $218,400 mil
Palmeiras: $154 mil
Fluminense: $128,800 mil
Santos: $117,600 mil
Internacional: $ 89,600 mil
São Paulo: $ 44,800 mil
Vasco: $44,800 mil
Corinthians: $ 42,933 mil
Flamengo: $40,600 mil
Grêmio: $29,867 mil