Filho adotivo preso pelo assassinato da mãe

0
699

Gerard Belmonte, de 21 anos de idade, é o principal acusado da morte de Natalie Anne Belmonte

Os policiais de Pembroke Pines descobriram o corpo de Natalie Belmonte, que estava desaparecida desde domingo, num pântano a duas milhas de sua casa. Ela vivia no bairro há 17 anos e foi vista pela última vez por volta das 2:30 da madrugada de domingo.

Divorciada, Natalie era mãe de dois filhos já adultos, e vivia com o filho adotivo, Gerard, de 21 anos, trazido de seu país natal, Guiana, depois que o pai do menino e tio de Natalie morreu quando ele tinha 9 anos de idade, e eles viviam juntos. Os outros filhos – a moça de 20 anos e o rapaz de 17 anos – vivem com o pai.

Os dois, no entanto, não estqavam vivendo bem. Em março de 2008, Natalie Belmonte acusou Gerard de roubas cerca de US$20,000 em jóias e vendê-las. Segundo os recordes da corte, Gerard, que tinha 17 anos na época, teria dmitido o roubo.

As autoridades concentraram a pesquisa na area oeste de Pembroke Pines porque uma camera de monitoramento mostrou alguém carregando um objeto grande da casa da mulher e depois retornando alguns minutos mais tarde. Os investigadores supõem que a pessoa captada no vídeo poderia estar tentando livrar-se de evidências.

As autoridades estão procurando por um Lexus ES 350 sedan marrom perto da 196th Avenue em Pemborke Pines. A vítima possui um carro do mesmo modelo, cor e marca. Quem souber de algo pode ligar para Broward Crime Stoppers pelo telefone 954-493-8477 (TIPS). A recompensa por informações que levem à elucidação do crime é de US$1,000.