FMI: perdas com a crise passaram de três trilhões de dólares no mundo

0
541

O Fundo Monetário Internacional (FMI) acredita que bancos e outras instituições financeiras perderam cerca de 3,4 trilhões de dólares com a crise, a maior parte delas devido à inadimplência em empréstimos tradicionais, decorrente do desemprego, por exemplo. Para José Viñals, diretor do departamento monetário e de mercado de capitais do FMI, os mercados emergentes estão conseguindo lidar melhor com a situação, especialmente na Ásia e América Latina, onde os investimentos em papéis recuperaram-se e mais do que compensaram a queda dos empréstimos bancários internacionais. O desafio das nações, segundo ele, será administrar o endividamento público decorrente das medidas emergenciais adotadas para lidar com a crise. Segundo o Fundo, um aumento no déficit público equivalente a 1 ponto porcentual do PIB.