Fórmula 1: final da temporada é domingo em São Paulo

0
391

Treze pontos separam o vice, o espanhol Fernando Alonso, do líder, o alemão Sebastian Vettel

O autódromo de Interlagos teve uma semana agitada. O final da temporada será realizado no domingo (25) e os carros foram chegando aos poucos e sendo montados em seus boxes esperando o grande dia. Apenas dois pilotos podem levar o título. Treze pontos separam o vice, o espanhol Fernando Alonso, do líder, o alemão Sebastian Vettel. A distância no campeonato não é muito grande e vamos ao Brasil para lutar até o fim, disse Alonso, ainda nos Estados Unidos. E ele tem razão para confiar. Os dois títulos que ganhou na carreira foram em Interlagos.

O alemão Vettel, que corre pela Red Bull, precisa apenas de um quarto lugar no GP do Brasil para se sagrar tricampeão mundial de Fórmula 1. Ele revelou na quarta-feira (21) que vem realizando um trabalho especial na musculatura do pescoço para suportar as curvas do circuito de Interlagos. A pista em São Paulo é uma das cinco que seguem o sentido anti-horário, assim como as de Cingapura, Coréia do Sul, Abu Dhabi e Austin. Assim, o lado mais exigido do pescoço é o direito, ao contrário do que acontece durante quase toda a temporada.

As prolongadas curvas a esquerda põem uma carga extrema em nossos músculos do pescoço devido à força centrífuga derivada de dirigir em sentido anti-horário, por isso estou fazendo uma preparação especial para São Paulo a fim de fortalecer essa região e me acostumar, afirmou Vettel, segundo comunicado divulgado pela Red Bull.

O alemão revelou o que espera da última corrida do ano e destacou a altitude de mais de mil metros de São Paulo, incomum para cidades que recebem a F-1. Será emocionante, porque Interlagos apresenta uma combinação de torcedores apaixonados, condução em sentido contrário ao do relógio, ondulações e altitude extrema, comentou.