Fortuna dos milionários do Brasil cresce 21,4% em 2012

0
644

Os recursos aplicados em private bankings no país segmento destinado a quem tem alguns milhões para investidor estão crescendo a taxas superiores a 20% nos últimos anos. A demanda desses clientes por produtos de investimento alternativos, que garantam maior retorno e que ajudem a proteger e a crescer o patrimônio, devem garantir a expansão do segmento também em 2013, segundo avaliação da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

Os recursos sob gestão em private bankings totalizaram em dezembro R$ 527,27 bilhões, um avanço de 21,36% em relação a 2011. Para esse crescimento, foi fundamental a demanda por ativos atrelados à índices de inflação e crédito privado, o que devem continuar em 2013. Isso continua como uma tendência, assim como alongar os prazos, explicou o presidente do comitê de private banking da Anbima, João Albino.

A maior parte dos recursos está aplicada em ativos de renda fixa, que representam 31,5% do total da carteira, ante fatia de 36,7% em 2011, sendo a maior parte alocada em ativos privados. Parcela significativa também está aplicada em fundos abertos e estruturados.