Franquias brasileiras são uma boa opção

0
476

Joel Stewart

O aumento do número de investimentos no Brasil não é nenhuma novidade. Porém, muitos estrangeiros não estão seguros sobre qual tipo de investimento deveriam fazer no Brasil.

Um tipo de investimento que era muito comum nos Estados Unidos mas que diminuiu bastante depois da crise econômica é a compra de franquias. A venda de franquias no Brasil aumentou em quase 17% no último ano, faturando mais de 80 bilhões de reais e representando mais de 2% do Produto Interno Bruto Brasileiro. Enquanto aqui no Estados Unidos abrir uma franquia pode significar o gasto de alguns milhões de dólares, isso é completamente diferente no Brasil.

Usando o McDonald’s como exemplo, uma franquia da companhia no Brasil custa entre 1 e 1,2 milhão de reais, enquanto custa o dobro para abrir uma franquia do McDonald’s nos EUA. Muitos apontariam o McDonald’s como o principal interesse de franquias no Brasil. Engano. O McDonalds ocupa a quarta posição no ‘mercado de franquias brasileiro com o total de 1.260 lojas.

O Boticário, venda de cosméticos, ocupa a primeira posição entre franquias com mais de 3.200 lojas e requer um investimento em torno de 250 mil reais. Colchões Ortobom vem na segunda posição com 1.700 unidades, seguido pela Kumon, unidades de ensino que possui cerca de 1.500 unidades. O custo dessas franquias gira em torno de 90 e 150 mil reais, respectivamente. L’Aqua di Fiori, venda de cosméticos, ocupa a quinta posição com 1.100 lojas custando de investimento que varia de 45 a 120 mil reais. L’Aqua di Fiori é acompanha por perto por Wizard, Cacau Show e AM PM.

Esses dados demonstram que o mercado brasileiro de franquias segue em uma direção oposta ao americano. Enquanto no Brasil elas se tornaram um grande negócio, nos últimos anos, o atrativo comercial diminuiu significativamente nos Estados Unidos. Isto mostra também como companhias brasileiras estão fortalecendo-se e aproveitando o bom momento econômico para crescer dentro do país.