Galopando na Flórida – A História das Drogas na América (Parte II)

0
514

Eduardo Garcia

Como o uso de Butazolidan e Lasix tornou-se mais comum, foram elaborados relatórios estatísticos em relação ao volume das lesões, mas revelaram-se inconclusivos. Três importantes relatórios da NASRC (Associação Nacional dos Comissários de Corrida do Estado) chegaram à conclusão de que um programa de medicação controlada não altera o percentual de cavalos lesionados. Em 1976, o conselho da Califórnia recebeu a aprovação da American Humane Society.

Mas isso não impediu os protestos da Society of the Prevention of Cruelty to Animals, que alegou que o Butazolidan era um agente mascarante de medicamentos proibidos, uma reivindicação que também se aplicaria a Lasix.
Butazolidan e Lasix foram declarados culpados por um aumento na lesões dos cavalos. O veterano jóquei Herb Hinojosa foi citado no Horseman’s Journal de junho de 1978, dizendo que a preocupação não era com a saúde dos cavalos e sim com a programação. Quanto mais cavalos corressem, mais dinheiro seria arrecadado.

Nick Jemas, diretor-gerente do Jockeys’ Guild, foi citado nesse mesmo assunto, comentando: “A partir dos relatos que eu tenho recebido, mais cavalos parecem estar com lesões do que nunca.”Jemas, no entanto , pensava que era um erro culpar Butazolidan e Lasix, quando os criminosos reais eram drogas muito mais fortes, tais como methodone, xilocaína, reserpina, dilaudid, e o principal culpado, Sublimaze.
Vendida para os seres humanos como Fentanyl, Sublimaze era em baixa dosagem, uma droga terapêutica de efeito alto. Foi descrito como um narcótico rápido e de curta duração. Dr. George Maylin, professor de toxicologia da Universidade de Cornell e chefe do programa de testes de drogas, descreveu Sublimaze como uma droga que dá a um cavalo um sentimento de bem-estar, concluindo que “eles nem sabem que têm pernas”.

Finalmente, em 1979, um teste reagente para Sublimaze foi descoberto. Mas logo depois, uma nova droga chamada Stadol surgiu no mercado. Depois de apenas alguns meses, Stadol foi detectado no cavalo Quill Prince, que havia ganho em Aqueduct. Isso levou a uma suspensão de 45 dias do treinador Pete Ferriola. Drogas mais novas continuaram a aparecer para as quais não havia nenhum teste.
(continua na próxima semana)


Esta coluna tem o patrocínio de Cheap Repo
Auto Sales (954-956-8000). Para anunciar aqui: eidsolutions@yahoo.com