Ganso, o novo camisa 10

0
709

Santista surge como o armador que a Seleção procura

A mística da camisa 10 da Seleção Brasileira parece ter ressurgido com a convocação de Paulo Henrique Ganso ele é apontado como o herdeiro da camisa 10 do Brasil nesta fase de renovação até a Copa do Mundo de 2014. O meia de 21 anos fala em uma pressão maior por vestir o mesmo número que foi de Pelé e Zico e compara o seu estilo de jogo ao de Rivaldo, pentacampeão mundial em 2002.

Questionado sobre quem são seus camisas 10 preferidos na história do futebol, o santista citou vários craques durante entrevista coletiva na Argentina, onde o time de Mano Menezes se prepara para a Copa América. São muitos. Entre os que não vi jogar, o Zico e o Pelé. Em relação aos que vi, o Zidane, o Kaká e, da própria Argentina, o Lionel Messi, porque não tem como não falar dele, comentou. Questionado sobre o esquecimento de Maradona, e o meia afirmou: O Maradona foi um grande jogador, mas, entre os que não vi jogar, o Zico e o Pelé são os meus favoritos.

Mas seu predileto é Rivaldo, atualmente no São Paulo: Acho que sou parecido com um que esqueci de citar e peço até desculpas. É o Rivaldo, um jogador canhoto e com um estilo mais clássico para jogar futebol.

Sobre o torneio continental, que começa nesta sexta-feira, Ganso considera a Argentina como principal candidata ao título: A seleção favorita é a Argentina, porque joga em casa e tem grandes jogadores, entre eles o melhor do mundo.

Ele aproveitou, ainda, para desmentir sua contratação pelo Milan. Embora tenha elogiado o clube italiano, Ganso afirmou que não existe nada de concreto em relação a isto. Se for para o rubro-negro milanês, Ganso se juntará a Pato, Robinho e Thiago Silva.

A Seleção Brasileira estreia na Copa América neste domingo às 3 horas da tarde com transmissão pela Univision. Quem quiser torcer com batucada e mulatas pode ir ao Sushi Samba, na Lincoln Road, em Miami Beach, e vibrar com Gil Santos e seus músicos e dançarinas.