Governo indiano quer derrubar patentes sobre ioga nos EUA

0
625

A Índia decidiu protestar contra as diversas patentes relacionadas com a ioga emitidas pelo Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO), já que, segundo o governo indiano, a “sabedoria tradicional” não é patenteável.

O Ministério da Saúde do país decidiu levar o caso diretamente ao USPTO. Já o Departamento de Comércio indiano “está escrevendo ao representante de Comércio dos EUA” uma carta sobre o que vê como “uma violação dos direitos do conhecimento tradicional”, informa nesta quarta-feira o jornal “The Times of India”.

Segundo fontes oficiais citadas pelo jornal, o governo considera que o USPTO foi “descuidado” na concessão de patentes e marcas registradas em questões relacionadas com a sabedoria tradicional.

O USPTO emitiu cerca de 150 “copyrights” e mais de 2.300 marcas registradas vinculadas com a ioga, segundo o jornal. Houve solicitações como a de um americano que pretendia patentear a “ioga praticada em sauna”.

“É ridículo sequer pensar que um ‘asana’ (postura) praticado há séculos possa ser patenteado só porque eles pensam que é diferente”, comentou um funcionário indiano citado pelo jornal. Ele lembrou a existência de uma biblioteca digital sobre sabedoria tradicional e criticou as autoridades americanas por “não consultarem” a informação.

A milenar ciência da ioga tem sua origem nos antigos “Vedas”, as escrituras que formam a base da religião hindu, e que datam do ano 1.500 a.C.