Governo quer reajuste de salário mínimo sem aumento real

0
466

Proposta é de R$ 538,15 e valor seria calculado pela inflação do ano, o que deve gerar críticas

O governo já mandou para o Congresso Nacional sua proposta de aumento do salário mínimo, para entrar em vigor a partir de janeiro de 2011: R$ 538,15, com reajuste apenas da inflação do período, sem aumento real. O tema, certamente, será amplamente debatido no Congresso, até porque as centrais sindicais prometem protestar contra o valor, abaixo do esperado. O problema vai ficar para o próximo presidente.

O mínimo é calculado pela inflação do ano anterior e mais o Produto Interno Bruto do País de dois anos antes. No caso de 2011, seria considerado o PIB de 2009, que foi negativo. Mesmo assim, os sindicalistas esperavam um valor acima de 550 reais. “O salário mínimo está cumprindo a mesma regra dos anos anteriores”, justificou o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, ao entregar a proposta ao presidente do Senado, José Sarney.