Grove at Grand Bay transforma Coconut Grove

0
732

Empreendimento imobiliário inovador fará de Coconut Grove uma área ainda mais valorizada

Duas torres de vidro de 20 andares devem ser as novas estrelas no cenário imobiliário do sul da Flórida. O projeto Grove at Bay, concebido pelo talentoso arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels, traz o que há de mais moderno num prédio residencial. O conceito prevê duas torres com 96 apartamentos cada uma que terão varandas de frente para a baía de Coconut Grove e as paredes em vidro para dar um aspecto de visibilidade total em uma das áreas mais valorizadas e bonitas de Miami.

O arquiteto, fundador do BIG (Bjarke Ingels Group), teve como parceiro neste projeto Raymond Jungles, uma dos mais conceituados arquitetos de áreas externas, que segue os princípios da botânica como arte e cultura, com os jardins integrando-se perfeitamente ao ambiente e trazendo paz de espírito para os moradores.

O Grove at Bay tem também a consultoria da Nichols, Brosch, Wrust, Wolfe + Associates (NBWW), empresa especializada em projetos para condomínios, hotéis, escritórios e varejo em todo o continente americano.

A construção está a cargo da Fachina Construction Company e o grande apelo do Grove at Bay é seu conceito de Certificação LEED, que significa a versão de edifícios preocupados com a ecologia e com a economia de energia. Os gastos com energia serão menores em todos os detalhes da iluminação à coleta de lixo estão voltados para preservação do meio ambiente.

O projeto somente está tornando-se uma realidade graças aos investimentos feitos pelo Terra Group, comandado por Pedro Martin e por seu filho David. Terra Group, fundado em 2001, já desenvolveu quase três milhões de pés quadrados no sul da Flórida e vem investindo basicamente nas áreas perto do centro da cidade e no próprio downtown de Miami. As vendas das unidades são de responsabilidade da Cervera Real State, de Alicia Cervera Lamadrid.

As 96 unidades de cada torre podem ter entre dois e cinco quartos e a média de cada unidade construída é de quatro mil pés quadrados. O material empregado na construção dos prédios é de alta qualidade e as unidades contarão até mesmo com elevadores privativos. Na área comum, vários serviços estarão à disposição dos proprietários, como piscinas, área infantil, área para adolescentes, área para animais de estimação e até mesmo uma galeria de arte. Os prédios contarão ainda com serviço de portaria, mordomo, chef privativo e gerenciamento no local.

A previsão é de que a primeira unidade esteja sendo entregue em dezembro de 2014, mas as vendas já começaram, com a primeira torre tendo 40% de suas unidades vendidas, sendo quatro delas para clientes brasileiros. E o preço não é para qualquer um, pois a unidade mais acessível custa $1,9 milhão.