ICE libera mais de 2 mil indocumentados por falta de recursos

0
654

Relatório anual divulgado esta semana provocou a ira dos republicanos

DA REDAÇÃO COM WASHINGTON POST

Sem perspectiva de aumento no orçamento, o ICE (polícia de imigração) liberou 2.226 imigrantes indocumentados, sendo 600 deles com ficha criminal, entre 2013 e março de 2014, informou o relatório anual do Departamento de Segurança Nacional (DHS). O documento foi divulgado esta semana o provocou ainda mais a ira dos republicanos contra o presidente Barack Obama. “Esse relatório confirma que a administração de Obama não tem coerência no que diz respeito à política imigratória”, disse o senador John McCain (R-AZ).

Outro republicano que criticou a atitude do DHS, e consequentemente da administração de Barack Obama, foi o senador Tom Coburn (R-OK). “O ICE colocou em risco a segurança dos americanos, colocou em cheque sua credibilidade e deixou a polícia local em uma situação difícil”, criticou.

O relatório anual afirmou que o ICE sabia os antecedentes criminais de cada imigrante indocumentado que devolveu às ruas, porém não vai deixar de cumprir os mandados de prisões dos que representam um perigo à sociedade. Por lei, o ICE é o órgão responsável por prender os imigrantes indocumentados que foram condenados por crimes.

Orçamento limitado
O ICE tem capacidade para abrigar 34 mil presos por ano, porém o orçamento aprovado no período cobria as despesas de 31.300 vagas. Além disso, a agência estava sobrecarregada com o aumento das prisões na fronteira sudeste do país. Desde outubro do ano passado, uma onda de crianças desacompanhadas e mães com crianças tem entrado no país ilegalmente pela fronteira com o México abalando as estruturas financeiras de cidades da região e principalmente do governo federal.

O presidente Barack Obama solicitou ao Congresso na primeira semana de julho de 2014 quase 4 bilhões para lidar com o problema. No entanto, republicanos e democratas entraram de férias em 1° de agosto sem entrarem em um acordo sobre o pedido de aumento orçamentário. Os parlamentares voltam ao trabalho no dia 8 de setembro.

Após a divulgação do relatório, políticos têm tentando forçar o ICE a divulgar seu plano de controle do orçamento. Representantes do departamento garantiram que vão apresentar um projeto que mostre, com transparência, como os recursos foram gastos, porém não há uma data para que isso aconteça.