Imigração em Dia – As dúvidas dos leitores

0
642

Esta semana, o escritório do advogado Ludo Gardini, em Pompano Beach (FL), com telefone (855)337-8440 responde às perguntas dos leitores.

O advogado apresenta o “Bom Dia América” pela rádio 1520am das 7am às 8am, de segunda a sexta-feira. O programa é transmitido para Flórida e Massachusetts.

Meu amigo chegou há nove anos nos Estados Unidos, entrando pelo México. Ele continua aqui, ilegalmente. Há alguma possibilidade de ajudá-lo?
`GARDINI` Não.

Meu filho é cidadão americano, tem 25 anos e pretende nos legalizar. Quanto custa esse processo? Quanto custam as taxas governamentais? Somos, eu e minha esposa. Quanto tempo demora esse processo e quais são as exigências para que ele nos legalize?
`GARDINI` O preço do processo muda de advogado para advogado. Taxas governamentais são para cada pessoa uma taxa de $420 mais $1070. O processo leva de quatro a cinco meses, mas isso pode mudar, quem faz essa determinação é a imigração. Para seu filho poder pedir o green card para vocês: 1) se vocês estiverem no Brasil, ele precisará mostrar uma certa renda nos impostos e que de fato você sejam os pais dele. 2) se vocês estiverem nos EUA que vocês tenham entrado com visto ou qualifiquem no 245(i) e o mesmo se aplica para a as condições de aplicação via Brasil. 3) caso vocês entraram nos EUA sem visto e não qualifiquem para 245(i) o processo não poderá ser feito.

Eu tenho green card há quase nove anos e em janeiro de 2009 meu pai faleceu, por este motivo viajei para o Brasil 5 vezes e em todas elas eu ficava em média de cinco meses e meio no Brasil e duas semanas nos EUA. Desde maio de 2011 eu não tenho viajado para fora dos EUA e apliquei para a minha cidadania em dezembro de 2013. Eu não tenho nenhuma conta ou prova de residência nos EUA entre janeiro de 2009 e maio de 2011, porém todos os meus quatro irmãos são americanos e moram aqui. A minha pergunta é: o USCIS pode negar a minha cidadania baseada em residência contínua? 
`GARDINI` Sim, USCIS pode negar a cidadania baseado em residência física. Para você qualificar para a cidadania, uma das regras é que você passe 30 meses mais um dia sem ser consecutivos dentro dos EUA nos últimos 60 meses. Ou seja, nos últimos cinco anos você tem que ter estado dentro dos EUA por 2,5 anos que não precisam ser consecutivos.

Entrei nos EUA pela fronteira com o México em 2005, fui preso pela ICE e logo após fui libertado. Me deram uma ordem de permanência de 6 meses no país e marcaram uma corte, mas não compareci. Permaneci por três anos no país e voltei para o Brasil em 2007 por conta própria. Agora, quero voltar. Quais as chances de que eu, minha esposa e filha, temos de conseguir um visto, mediante este fato ocorrido comigo em 2005?
`GARDINI` Para você as chances são ZERO. Infelizmente, você tem dez anos de castigo a partir da sua saída dos EUA, ou seja até 2017 você não tem o direito de pedir um visto. Para seus familiares eu não tenho como responder. Mas se eu fosse eles pediria o visto separado do seu.

Entrei nos EUA em 2002 e fui preso na fronteira. Há três meses me casei com uma americana e demos entrada na pedido de regularização. Meu avogado está entrando primeiro com o pedido do perdão. Ele está agindo correto ou tem outra forma direta para a minha legalização?
`GARDINI` Se a sua petição I-130 já foi aprovada ele esta agindo corretamente, entenda que minha resposta é baseada na sua breve descrição dos fatos.


Clique aqui e envie sua dúvida de imigração