Imigrantes criticam ataque republicano às ações de Obama

0
639

Ativistas e organizações pró-imigrantes nos Estados Unidos reagiram prontamente à ação dos republicanos na Câmara dos Deputados e disseram para os imigrantes não terem medo desses ataques.

“Os republicanos não têm votos suficientes no Senado”, disse à Univision, Carlos Pereira, diretor-executivo do Centro para Orientação do Imigrante que fica em Miami. “Eles precisam de 60 para aprovar o que querem e só têm 54. Então nós dizemos para o nosso povo para que não tenham medo porque eles não vão chegar a lugar nenhum”.

Pereira disse que todos devem estar preparados para fevereiro quando o Departamento de Imigração irá começar a receber os documentos dos imigrantes beneficiados.

“Temos que estar prontos, reunir todas as provas e documentos para quando os formulários estiverem disponíveis. Temos também que juntar dinheiro porque não é um processo barato. Mas todo esforço valerá a pena. Todo o resto é perda de tempo”, disse Pereira.

Outra ativista, Janet Murguía, disse que os republicanos não estão contra os imigrantes, mas sim contra milhões de famílias americanas. “Esses imigrantes trabalharam duro e esperaram anos por essa legalização. Os republicanos estão votando contra a família”, reforçou. Ela acrescenta que as ações assinadas por Obama irão contribuir para fortalecer a economia do país, já que milhares de pessoas entrarão no mercado de trabalho formal.

O líder da minoria democrata no Senado, Harry Reid (Nevada), disse em um comunicado que “é hora de que os republicanos assumirem a responsabilidade de governar em vez de apenas apaziguar as vozes mais radicais de seu partido”.

Randi Weingarten, presidente da Federação Americana de Professores, descreveu a aprovação dos republicanos como “política irresponsável”. Weingarten disse que a ação executiva do presidente Obama poderia salvar vidas, manter as famílias unidas e irá fazer a economia crescer.