Imigrantes ilegais acampados são despejados no Norte da França

0
636

A polícia de Calais, no Norte da França, removeu nesta quarta-feira (28) cerca de 800 imigrantes da Ásia, Oriente Médio e África acampados perto do porto da cidade. Alguns estrangeiros e ativistas permanecem no local e tentam impedir o despejo.

As autoridades informaram que a desocupação era necessária para lidar com um surto de sarna nos campos. Um médico da organização humanitária internacional “Médicos do Mundo” contou que os oficiais pediram para os imigrantes tomarem banho e descontaminarem as roupas, mas eles se recusam por medo de não encontrar as tendas ao voltar.

“Eles temem ser presos nos chuveiros” – disse Cécile Bossy, ativista da ONG Médicos do Mundo.

Calais é um ímã para imigrantes de zonas de guerra e dos países pobres que tentam chegar ao Reino Unido, do outro lado do canal inglês. Os estrangeiros dizem que não têm para onde ir depois que os acampamentos forem destruídos.