Indefinição democrata beneficia McCain

0
631

Vitória na primária da Virgínia dá fôlego a Hillary

Enquanto a disputa pela vaga do Partido Democrata nas eleições presidenciais dos Estados Unidos se arrasta, é inevitável deduzir que o maior beneficiado com a demora é o candidato do Partido Republicano no pleito nacional, senador John McCain. “Ele tem alguns problemas também, mas ninguém está prestando atenção nisso, pois o foco está na briga entre Hillary Clinton e Barack Obama”, disse um eleitor, em entrevista a um canal de televisão, no mesmo dia em que foram divulgadas as projeções relativas às primárias democratas da Virgínia Ocidental, que deram ampla vantagem à ex-primeira-dama.

O resultado deve dar um fôlego à candidatura da senadora, apesar de analistas não acreditarem que a vitória no estado consiga evitar que seu adversário a vaga do partido. Na prática, ainda restam 240 superdelegados indecisos e nas cinco últimas prévias estarão em jogo 201 delegados. Para atingir o número exigido para se obter a indicação, Obama só precisa de 30% deles.

“Eu não continuaria lutando se não acreditasse que seria a melhor presidente para a Virígina Ocidental, para os EUA e se não fosse a candidata mais forte para derrubar o candidato John McCain”, disse Hillary. Obama, por sua vez, manteve a serenidade
Com isso, McCain – que não recebe a mesma atenção da mídia – conseguiu unificar os republicanos em torno de seu nome, depois da breve, porém intensa, batalha pelas prévias.