Indocumentados permanecem nos EUA apesar das duras leis imigratórias

0
634

Alguns estados aprovaram leis imigratórias que promovem a colaboração entre a polícia local e as autoridades federais na hora de identificar imigrantes sem papéis

As rigorosas leis imigratórias impostas em vários estados não forçaram a saída dos imigrantes sem autorização para morar nos Estados Unidos, segundo um estudo apresentado esta semana.

Muitos deles escolheram mudar-se para outras cidades, condados ou estados devido à aprovação de leis que o prejudicam, mas não fizeram as malas e regressaram para a América Latina, disse Leah Muse-Orlinoff, doutoranda em Sociologia da Universidade da Califórnia em San Diego e ex-coordenadora de pesquisa do Programa de Imigração Mexicana da instituição.

A falta de oportunidades em seus países de origem, os laços que unem muitos aos locais onde estão estabelecidos e os altos custos de uma viagem de regresso para os Estados Unidos são as principais razões pelas quais grande parte dos 11 milhões de imigrantes decide ficar, mesmo que não tendo autorização para tal, disse Muse-Orlinoff, autora do relatório, apresentado pela organização Center for American Progress.

“Há muito poucas evidências de pessoas que decidem regressar ao México quando suas localidades impõem duras leis imigratórias”, asinalou. “Tornar a vida deles tão difícil que isto os forçará a sair simplesmente não está funcionando”.