Inter conquista a América, de novo

0
406

Time gaúcho é bicampeão da Libertadores com vitória de virada sobre o Chivas, do México

Nem precisava vencer, mas o Internacional de Porto Alegre conquistou o bicampeonato da Libertadores da América – o título mais importante do continente – com um novo triunfo sobre o Chivas do México. Depois da vitória no primeiro jogo da final, em Guadalajara, na semana passada, bastava apenas o empate ao time gaúcho. O jogo no Beira-Rio foi emocionante e repleto de heróis. No final, 3 a 2 para os brasileiros e a taça nas mãos do capitão Bolívar.

Não foi fácil. Apesar do maior volume de jogo do Inter, os mexicanos ameaçaram o gol do inseguro Renam durante os 90 minutos e, muitas vezes, abusaram da violência. O Chivas ainda marcou na frente, no final da primeira etapa, mas o destino da partida estava nos pés de três predestinados: Rafael Sóbis, herói do outro título da Libertadores que está de volta ao Inter; Leandro, que acabara de entrar e acabou virando o jogo; e Giuliano, o talismã dos Colorados, que marcou um golaço confirmando o título. Quase ninguém no estádio viu o segundo gol do Chivas. Tudo já era uma festa sem igual.

A taça foi entregue por ninguém menos que Pelé, que também vibrou como se fosse torcedor do Inter ao apito final. “Estou muito feliz, como todos os brasileiros. Este título ameniza um pouco a derrota do Brasil na Copa”, disse o Rei do futebol. O feito do clube gaúcho também mereceu elogios do técnico Celso Roth. “Temos um time aguerrido e que também sabe jogar bola. Futebol moderno”, disse o treinador, que agora volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro e, principalmente, a disputa do Mundial Interclubes, nos Emirados Árabes, no final do ano. Parabéns ao Inter!