Interlagos recebe a Fórmula1 e corrida pode definir campeonato

0
575

Jenson Button está com a mão na taça, mas Rubinho ainda acredita em milagre, apesar dos 14 pontos de diferença

Nos últimos quatro anos, o GP Brasil de Fórmula 1 foi palco de todas as decisões da categoria mais importante do automobilismo mundial – tudo isso, graças à decisão da FIA de empurrar a prova em Interlagos para o final da temporada. Em 2009, a história pode se repetir, afinal o inglês Jenson Button só precisa subir ao pódio para faturar o título sem depender de outros resultados: ele tem 14 pontos de vantagem sobre seu principal rival e companheiro de equipe, Rubens Barrichello.

Isso deixa o britânico praticamente com a mão na taça, principalmente porque ele esteve entre os primeiros colocados em oito das quinze corridas da atual temporada. Mas o piloto brasileiro não quer saber de matemática: “As chances são pequenas, mas não tão pequenas quanto o déficit de 26 pontos que eu tive em um determinado momento do campeonato. Tenho que ir lá e vencer a corrida. Este é o objetivo. O resto é o resto, não me importa”, disparou Barrichello, confiante. E para não fugir das estatísticas, aí vai mais uma: nas últimas oito provas, Button só subiu ao pódio uma única vez.

A torcida brasileira realmente espera que o final de 2008 se repita, com um conterrâneo perdendo o título em sua própria casa. Felipe Massa venceu a confusa prova com chuva e Lewis Hamilton estava na última volta em sexto lugar, o que garantiria o título ao brasileiro. Na última curva do circuito, o inglês ganhou o quinto lugar de Timo Glock, então com pneus de seco em pista molhada, e garantiu o caneco.