João Carlos Martins, que superou diversos obstáculos para não abandonar sua paixão, faz apresentação histórica

0
567

O brasileiro João Carlos Martins sempre foi um dos mais conceituados pianistas do mundo, tanto que tocou com as maiores orquestras americanas e é apontado como um dos grandes intérpretes de Johann Sebastian Bach. No entanto, depois do último capítulo da novela ‘Viver a Vida’, da TV Globo, ele também ficou conhecido pelo seu exemplo de superação e força de vontade para continuar perto de sua maior paixão – a música. No dia 19 de setembro, João Carlos estará em New York regendo a sua Bachiana Filarmônica SESI SP, com a participação do não menos virtuoso pianista Arthur Moreira Lima, em um encontro histórico no palco do Lincoln Center.

A vida do maestro é pontuada de obstáculos e vitórias. Ele, que começou seus estudos ainda na infância e venceu diversos concursos eruditos, se viu privado de executar a sua arte em pelo menos três oportunidades. A primeira delas quando teve um nervo rompido e perdeu a mobilidade da mão direita depois de uma queda em um jogo de futebol aqui nos Estados Unidos, poucos anos depois de deslanchar sua trajetória internacional. O tratamento intensivo e a fisioterapia levaram João Carlos de volta à música, mas os repetidos movimentos acabaram provocando novos problemas, ameaçando novamente a carreira do pianista.

Certo de que jamais voltaria a tocar, o brasileiro vendeu todos seus pianos e decidiu mudou radicalmente de profissão. Tornou-se, então, treinador de boxe, para ficar o mais longe possível do instrumento que o consagrou. Não conseguiu e em pouco tempo já estava realizando concertos, usando a mão esquerda para executar os movimentos. Quando tudo parecia bem, um golpe na cabeça em um assalto depois da apresentação na Bulgária e as nove cirurgias que vieram em seguida foram responsáveis por calar a maestria do piano de João Carlos Martins.

No entanto, para não deixar de lado a sua paixão, ele começou a estudar regência, o caminho mais curto para manter contato direto com a música. E o público americano e os brasileiros que vivem nos Estados Unidos poderão acompanhar de perto o talento deste brasileiro que jamais se deixou vencer pelas adversidades. Ele estará com sua filarmônica composta de jovens instrumentistas e terá ainda a companhia de Arthur Moreira Lima nesta apresentação única na América. Os ingressos custam de 10 a 25 dólares apenas e podem ser adquiridos pelo telefone (212) 875-5030 ou no site www.lincolncenter.org.

A vida de João Carlos e sua devoção à arte inspirou um tocante documentário produzido na Europa, chamado ‘Paixão segundo Martins’, que já venceu quatro festivais internacionais e foi visto por mais de um milhão de pessoas. Além disso, no carnaval do ano que vem ele será homenageado pela escola de samba Vai-Vai, do grupo especial de São Paulo, como o tema do enredo ‘A música venceu’.