Jornalista não deve ficar muito tempo atrás das grades

0
420

Pimenta Neves deve passar para regime semiaberto em 23 meses

Condenado a 15 anos de prisão por assassinato, o jornalista Antonio Pimenta Neves não deve ficar todo este tempo atrás das grades. Segundo sua advogada de defesa, Maria José da Costa Ferreira, ele deve progredir para o regime semiaberto depois de cumprir um sexto da pena em regime fechado, ou seja, daqui a 23 meses. O jornalista já cumpriu 7 meses de prisão e, caso receba atestado de boa conduta, poderá passar o dia no trabalho, voltando à prisão apenas para dormir.

Pimenta Neves foi condenado em 2006 pelo assassinato da namorada, Sandra Gomide, ou seja, antes da publicação da nova Lei de Crimes Hediondos, em março de 2007, que definiu o prazo para progressão como sendo de dois quintos da pena. Mesmo assim, a advogada reclamou que a repercussão do caso rejudicou seu cliente: O mandado de prisão foi expedido em tempo recorde, no mesmo dia da decisão do Supremo Tribunal Federal, afirmou.

Do lado da família de Sandra Gomide, a prisão renova a confiança na Justiça brasileira. Depois de uma espera dolorosa, de 11 anos, a gente praticamente já não estava mais esperando a notícia. Com relação ao regime semiaberto, não tenho o que dizer é a nossa lei, disse o irmão da vítima, Nilton Gomide. A impunidade neste caso já estava gerando protestos da sociedade.