Lei vai proibir o despejo de esgoto tratado no mar do sul da Flórida

0
2439

Decisão deve elevar as contas de água em cerca de 90 dólares

Os moradores do sul da Flórida podem preparar o bolso para um provável aumento nas contas de água. O reajuste, que poderá chegar a 90 dólares por mês, será necessário em função das melhorias do tratamento da água na região. Tudo isso vai acontecer porque o Senado estadual votou esta semana uma lei que proibirá o despejo de esgoto tratado no mar – a norma foi aprovada por unanimidade.

Atualmente seis canos – localizados em Delray Beach, Boca Raton, Pompano Beach, Hollywood e dois em Miami Beach – levam diariamente cerca de 300 milhões de galões de esgoto tratado dos condados de Broward, Palm Beach e Miami-Dade para serem jogados a apenas duas milhas da costa. Segundo o senador Burt Saunders, republicano da cidade de Naples, essa prática deve acabar. “O esgoto minimamente tratado é despejado muito próximo ao litoral. Eu não recomendaria comer os peixes dessa região”, disse o legislador, que coordena o comitê de preservação ambiental do Senado estadual.

A lei só deve ser efetivada totalmente em 2025, mas até lá a redução do despejo de esgoto industrial e doméstico será gradativa. Os canos, então, passarão a ser utilizados somente em casos de emergência e 60% da água que iria para o oceano será reciclada. Os aumentos nas contas, porém, já devem começar em 2010.

“É claro que um reajuste numa época como a vivemos é sempre motivo de preocupação, mas a população precisa entender que esta é uma medida que trará benefícios para todos”, disse Albert Perez, diretor de serviços públicos. Ele acrescentou que em Hollywood será construída uma fábrica que tratará o esgoto que hoje é jogado ao mar para deixar o produto quase em condições de consumo pelos moradores.