Livros infantis em duas línguas mantêm cultura brasileira no Exterior

0
293

Autor queria ensinar filha o idioma da mãe e começou uma série de livros em duas línguas

O francês J.N. Paquet é jornalista e casado com a brasileira Luciana Paquet /></p>
<p>O francês J.N. Paquet é jornalista e casado com a brasileira Luciana Paquet</p>
<p>Muitos brasileiros vivendo no exterior têm a constante necessidade de manter a cultura entre os filhos nascidos no exterior ou que, com a proximidade com a língua estrangeira, acabam esquecendo o idioma do país de onde veio. Partindo da própria dificuldade em ensinar o francês e o português para a filha inglesa o jornalista francês J.N. Paquet, casado com a brasileira Luciana Paquet, resolveu escrever um livro para a filha. O trabalho deu certo e ele começou recentemente a levar o projeto ao Brasil e aos Estados Unidos.</p>
<p>Para muitos, quando viramos pais, a necessidade passa a ser uma preocupação: como ensinar a nossa língua e a nossa cultura aos nossos filhos? Tem uma idade certa para introduzir o português? Como fazê-lo?, comenta a brasileira Luciana Paquet sobre o início do projeto com o marido.</p>
<p>Foi vivendo exatamente esta realidade, vivendo no meio de um turbilhão de dúvidas sobre o bilinguismo e trilinguismo, que J.N. Paquet e Luciana escreveram o primeiro livro infantil bilíngue. Com o nascimento de sua primeira filha, o casal passou a levá-la nas contações de histórias na biblioteca local e percebeu que as crianças pequenas gostam de escutar a mesma história repetidas vezes. Eles, então, procuraram livros bilíngues em português e francês para ler a mesma história para a filha. Como não encontraram Paquet viu a necessidade dele mesmo criar o seu próprio livro infantil. Luciana, sua esposa traduziu o material para o português tornando-se o primeiro livro infantil bilíngue usando o português do Brasil no Reino Unido.</p>
<p>Os amigos do casal também pais de crianças bilíngues começaram a pedir que os livros fossem traduzidos em outros idiomas. E o primeiro livro caseiro virou uma série de livros chamada “O Livro dos Animais”, hoje, com sete episódios e em diversas combinações linguísticas, como português/inglês, português/francês, português/espanhol, português/italiano, inglês/francês, inglês/sueco, inglês/ japonês e até inglês/crioulo (e, em breve, portugês/japonês e versões em alemão).</p>
<p>Os livros estimulam o bilinguismo em casa abordando assuntos muito comuns nas vidas das famílias com crianças pequenas como o que fazer quando elas não querem tomar banho, comer, ir para a escola entre outros problemas do dia a dia. Cada episódio trata de um destes dilemas de maneira muito divertida e prática, dando dicas para os pais e ampliando o vocabulário dos pequenos, em dois idiomas.<br />
Em famílias bilíngues que adotam o esquema que cada pai fala somente o seu próprio idioma em casa (OPOL -one parent, one language), cada um pode ler a mesma história em sua língua e interagir, de maneira descontraída, com a criança, estimulando-a a falar aquele idioma do pai/mãe.</p>
<p>Com a popularidade da série “O Livro dos Animais”, surgiram outras séries bilíngues infantis: “As aventuras de Lukinha”, “Quando tudo é” e “Eu adoro”. Esta última série foi ilustrada pela filha do casal, quando ela tinha apenas 4 anos.</p>
<p>A dedicação de J.N. Paquet em escrever livros bilíngues e nutrir nas crianças a vontade de saber a língua dos seus pais, mesmo morando em outro país, tem gerado bons frutos. Ele conta com o apoio de uma ONG inglesa chamada ABRIR (Associação Brasileira de Iniciativas Educacionais no Reino Unido) e tem vários dos seus livros expostos em mais de 20 bibliotecas em Londres. Recentemente Paquet passou a ser vendido no Brasil com o lançamento do site da Amazon Brasil.</p>
<p>“Os livros também têm ajudado famílias no Brasil, aquelas que não são bilíngues, mas querem incentivar os filhos a aprender uma segunda língua desde cedo”, conta Luciana.</p>
<p>Para conhecer mais sobre o autor, visite o site www.jnpaquet-books.com.</p>
<div id='taboola-below-article'></div><div id='taboola-below-article-second'></div><script type='text/javascript'>window._taboola = window._taboola || [];
_taboola.push({mode:'thumbnails-a', container:'taboola-below-article', placement:'below-article', target_type: 'mix'});
window._taboola = window._taboola || [];
_taboola.push({mode:'thumbnails-a', container:'taboola-below-article-second', placement:'below-article-2nd', target_type: 'mix'});</script>        </div>


        <footer>
                        
            <div class=

Previous articleBrasileiras são presas acusadas de liderar rede de prostituição em Boca
Next articleIncêndio mata pelo menos 200 em boate de Santa Maria (RS)
Fundado em outubro de 2000, o AcheiUSA Newspaper é um jornal semanal em português distribuído gratuitamente por centenas de estabelecimentos comerciais brasileiros, americanos e hispânicos, espalhados pelo estado da Flórida. Com notícias locais, imigração, cultura, agenda de eventos, cobertura social, negócios e a maior seção de anúncios classificados grátis em português fora do Brasil, o AcheiUSA é o mais completo e popular portal para os brasileiros vivendo nos Estados Unidos.