Lula visita o Irã sob o olhar atento do mundo

0
591

Estados Unidos e Rússia acreditam que presidente brasileiro pode convencer país muçulmano a interromper programa nuclear

O mundo está atento à visita do presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, ao Irã neste fim de semana. Para muitos líderes mundiais, esta pode ser a última chance do país muçulmano se convencer de que deve interromper seu programa nuclear, antes de uma nova rodada de sanções da Organização das Nações Unidas. Segundo fontes da Casa Branca, Barack Obama, ainda não desistiu de uma solução diplomática para o impasse e conta com a diplomacia do colega brasileiro para chegar a um acordo.

Do mesmo modo, o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, deposita suas esperanças em Lula, mas vê poucas chances de êxito nesse particular. “Será difícil, mas o brasileiro pode usar seus argumentos para obter a cooperação do Irã”, disse o líder russo. Apenas o Brasil e a Turquia, que atualmente ocupam assentos rotativos no Conselho de Segurança das Nações Unidas, são contrários a novas sanções país muçulmano.

Por conta disso, Lula se ofereceu para mediar o conflito e acredita que pode persuadir o governo do presidente Mahmoud Ahmadinejad a tomar atitudes concretas no sentido de mostrar ao Ocidente que o programa nuclear iraniano não tem fins militares. Lula estará em Teerã no domingo e se diz “mais otimista do que nunca” para obter o acordo.