Luta de Hendrik Zanotti continua

0
637

Tetraplégico está em Miami para se submeter a uma pesquisa inovadora no Lois Pope Life Center

Hendrik Zanotti
Hendrik durante a feijoada beneficente em Miami no dia 23 de fevereiro

Hendrik Zanotti, o rapaz de Campinas que ficou tetraplégico depois de um mergulho mal dado em uma piscina há sete anos, está há pouco mais de um mês em Miami para submeter-se a uma pesquisa inovadora, desenvolvida pela equipe médica do Lois Pope Life Center, vinculado à Escola de Medicina da Universidade de Miami, que tem como objetivo o Projeto Miami para a Cura da Paralisia.

Na verdade, o tratamento não começou. O próprio Hendrik, 25 anos, está ainda fazendo exames, que devem terminar no dia 14 de março.

Tanto que ele nem sabe o que será feito. “Não sei exatamente, mas desconfio que seja algo que tenha a ver com a robótica porque já usei uns aparelhos num dos exames que fiz lá”, contou o paulista.

De acordo com as previsões da equipe médica, o paciente deve ficar em tratamento de seis meses a um ano. A boa notícia é que o tratamento será coberto pelos pesquisadores que estão em busca de inovações nesta área. A má notícia é que ele precisa manter-se por conta própria durante o período de tratamento.

Para viabilizar sua permanência em Miami, ele tem contado com a ajuda de algumas almas caridosas que estão penalizadas com a situação do rapaz, que veio para os Estados Unidos acompanhado de sua mãe. Eles conseguiram as passagens de vinda com um amigo de Campinas e as passagens de volta com a contribuição de três amigas que vivem no sul da Flórida. Eles também trouxeram algum dinheiro obtido com a venda do carro da mãe, que, aliás, já conseguiu a carteira de motorista e agora procura por um carro para poder levar Hendrik às consultas médicas.

Toda ajuda é bem-vinda

Por não serem ricos, estão contando com a benevolência de algumas pessoas. Recentemente, um grupo ligado à comunidade brasileira da igreja católica St. Joseph em Miami promoveu uma feijoada beneficente, com a renda revertendo para Henrik.

O mesmo grupo – Bruno Contipelli, Carmen Pimpinati, Ron Valencia, Joe Menezes (Via Brasil), Ana Clara Rodrigues e George Hallas (New Porte Travel) – está organizando um bingo a ser realizado no mês de abril em Miami a fim de arrecadar mais fundos para Henrik. “Os pintores Valter Moraes e Pedro Lázaro já doaram quadros para o bingo, mas quem quiser doar brindes também pode, porque tudo isto se transformará em prêmios no bingo”, explicou George Hallas, que vem sendo motorista e tradutor de Hendrik, uma vez que ele não fala inglês e as consultas com os especialistas são feitas em inglês.

Hallas, aliás, enfatizou que toda ajuda é bem-vinda. Não só com doação de dinheiro, mas também com ajuda para tornar a vida do rapaz menos problemática aqui no sul da Flórida.

Portanto, se alguém quiser doar algum tipo de brinde para o bingo, pode entrar em contato com George Hallas pelo telefone (305) 974-0351 ou com o próprio Hendrik Zanotti através do telefone (786) 600-8417.

Quem preferir fazer doações em dinheiro pode fazer um depóstio na conta de Hendrik Zanotti aqui nos EUA. O banco é o TD Bank e a conta corrente é 4289436515.