Lutador de jiu-jitsu brasileiro é preso por agredir homem em porta de boate

0
1945

Briga foi em Boca Raton e o agredido foi levado para o hospital com vários ossos do rosto quebrados

DIVULGAÇÃO
O lutador de jiu-jitsu brasileiro, Cleberson Vilar, de 36 anos, foi preso pela polícia de Boca Raton (FL)

O lutador de jiu-jitsu brasileiro, Cleberson Vilar, de 36 anos,
foi preso pela polícia de Boca Raton (FL)

Da Redação com Sunsentinel – O lutador e professor de jiu-jitsu brasileiro, Cleberson Vilar, de 36 anos, foi preso pela polícia de Boca Raton (FL) na saída de uma boate depois das 4 da manhã do sábado (11) depois de agredir um homem. De acordo com o boletim de ocorrência, Vilar estava saindo da boate com sua esposa e dois amigos quando o casal começou a discutir. Uma mulher que estava com os dois, falou para a mulher de Vilar entrar no carro para evitar que a discussão continuasse.

O homem que estava com eles, o brasileiro Nicolas Cavour, de 36 anos, entrou no meio da discussão de Vilar e sua esposa tentando acalmar os ânimos e acabou sendo violentamente agredido. De acordo com a polícia, o lutador deu diversos socos na cara de Nicolas que ficou gravemente ferido.

O pai de Nicolas, Luiz Cavour, entrou em contato com a redação do AcheiUSA e afirmou que o filho está completamente desfigurado e que passará por uma cirurgia de reconstrução facial na tarde desta terça-feira (14) no Del Ray Medical Center. “Para mim, o que aconteceu foi uma tentativa de homicídio. Meu filho está internado, vai ter que fazer uma cirurgia para reconstruir o rosto. O lutador foi covarde, deu um golpe no Nicolas que caiu desmaiado e ele continuou batendo. Esse homem não pode ser professor de artes marciais. Ele é desequilibrado”, desabafou o pai de Nicolas.

A polícia afirmou que, quando chegou ao local, eles encontraram Nicolas muito machucado, caído no chão envolto em uma poça de sangue. Testemunhas disseram que a vítima tentou se defender dizendo que só queria ajudar. O lutador disse à polícia que Nicolas tentou atacá-lo primeiro. A ocorrência policial informa, ainda, que Cleberson Vilar, lutador de jiu-jitsu conhecido em West Boca, estava sob efeito de álcool. Ele foi preso na mesma noite, pagou fiança e foi solto no dia seguinte.