Luxemburgo assume o Grêmio

0
552

Ex-técnico do Flamengo quer levar equipe gaúcha a títulos

Vanderlei Luxemburgo, 59 anos, foi apresentado oficialmente pelo Grêmio. Ao projetar uma era de títulos no ano de despedida do Olímpico, o treinador demonstrou não esquecer a sua tumultuada saída do Flamengo: cutucou Ronaldinho Gaúcho.

Os embates que tive, especialmente na década de 1990 (quando era comandante do Palmeiras), me ajudaram a estar aqui hoje. Vim para somar, desenvolver um projeto, ser campeão, ter uma era de títulos, classificar o time para a Libertadores. O eu é muito egoísta. Aqui é nós. As estrelas têm brilho próprio, não privilégios. O limite de um acaba quando começa o do outro, discursou o chefe.

Demitido pela presidente Patrícia Amorim, Luxemburgo havia dito ter sido fritado na relação com R10. Isto, agora, é passado. O treinador, aliás, se mostrou atento, fugiu de questões pontuais, como o jejum de títulos nacionais (o último foi em 2004, com o Santos) e enalteceu a história no clube.

Pessoas confundem projetos com títulos. Título pode ser castelo de areia, projeto se sustenta. Nos meus últimos trabalhos levei título estadual e times a Libertadores, à exceção do Atlético-MG. Minha obrigação é levar o Grêmio aos torneios internacionais, pela grandeza dele leva o título. Isso me motiva. Fui campeão carioca invicto, oito meses sem perder, mas para o Luxemburgo isso não presta pois tem de ser campeão brasileiro. Sou 80% vencedor, os outros 20% são da vida, comparou. Ele traz consigo os auxiliares Antonio Mello e Antonio Lopes Junior. Roger Machado, que comandou o time interinamente no Gre-Nal, será outro auxiliar.

Muitas coisas se falam, mas até provar que é verdade têm uma distância muito grande. A única vez que levei uma equipe multidisciplinar foi na seleção brasileira. Para que fazer isso no Grêmio? A mentira falada muitas vezes se torna verdade. Tem gente competente aqui. Quero, sim, é aproveitar as categorias de base. Quando se olha um treinamento de juniores, é para colocar estes jogadores depois, completou.

Por fim, evitou falar sobre os pontos fortes e fracos do time e eventuais contratações. Será preciso esperar o começo dos trabalhos…