Maioria das pequenas empresas está despreparada para o desastre

0
575

Não permita que o furacão leve sua empresa embora por falta de prevenção. Estabeleça um plano de ação antecipado e monte um esquema para ser ativado quando necessário

A temporada de furacões está aqui, mas uma recente pesquisa nacional descobriu que 40 por cento das pequenas empresas estão despreparadas para um potencial desastre.

Algo tão simples como um compact disc de US$1 para arquivar dados como informações para contacto e apresentações importantes poderiam fazer uma grande diferença entre ser capaz de manter uma empresa funcionando, disse Tom Serio, diretor do Office Depot, sediado em Delray Beach.

O Office Depot realizou a pesquisa entre 5.000 profissionais de pequenas empresas.

Dos empresários indicando não estar preparados para um desastre natural, 37 por cento disseram não ter tido tempo de tomar as providências, 17 por cento indicaram ser muito caro e 11 por cento não sabiam o que fazer, de acordo com a pesquisa, que foi realizada entre março e abril.

‘’Isso mostra que quatro entre 10 companhias não dispõem de qualquer tipo de preparação’’, disse Jon Toigo, especialista em tecnologia de informação que é o presidente da Toigo Partners International em Dunedin. “Esta é o tipo de estatística assustadora apenas quando você vê um monte de pessoas pensar que isto é muito caro. Para as pequenas empresas, isto não é verdade.’’

Toigo trabalhou com o Office Depot para desenvolver uma brochura chamada Esperando o Inesperado: Estratégias para Preparação de Desastre para Pequenas Empresas. A brochura de preparação pode ser baixada no website www.officedepot.com/get prepared.
“Isso enfatiza, antes de mais nada, a segurança dos bens mais irrecuperáveis: pessoal e dados’’, disse Toigo.

Daquelas empresas que experimentam um desastre e não têm planejamento, 43 por cento nunca reabrem. Entre as que conseguem reabrir, somente 29 por cento ainda estão operando dois anos depois, segundo a Associação de Centros de Desenvolvimento de Pequenas Empresas.

Governador insiste para que população se prepare

Não é somente no segmento comercial que impera o ceticismo referente aos riscos da temporada. E o governador Charlie Crist tem demonstrado sua preocupação com o descaso popular. Essa semana, em entrevista coletiva, o mandatário do estado apelou para que os residentes se preparem.

“Precisamos estar preparados. Precisamos ter um plano, é importante que todos os cidadãos entendam isso. A hora de se preparar é hoje, e não depois que aconteça algo”, destacou Crist, em entrevista coletiva.

Segundo o diretor do National Hurricane Center, Bill Read, “mais de 50% dos residentes da Flórida ainda não se sentem vulneráveis; não sentem o risco da temporada”. “Em algum ponto dessa temporada teremos algum desastre. O perigo é real”, insiste Read.