Mais assaltos ao mall brasileiro em Pompano Beach

0
1640

Bandidos fizeram buraco no teto de uma loja e furtaram equipamentos e dinheiro de outros dois estabelecimentos. Local já havia sido assaltado, pelo menos três vezes, no ano passado

Ladrões voltaram ao Village Shops, na Federal Highway (Pompano Beach), onde funcionam várias lojas brasileiras e assaltaram três estabelecimentos. Desta vez, os alvos foram a Creative Photo Studio e a Tax House, que pertencem a membros da comunidade, e ainda uma Pawn Shop, de propriedade de um americano, mas que tem brasileiros como funcionários.

De acordo com a polícia, os ladrões – pelo menos dois – entraram pelo teto da Creative e depois quebraram as paredes que levam às outras duas lojas. O crime aconteceu, provavelmente, na madrugada de terça e os policiais passaram toda a manhã no local realizando a perícia. O estrago ainda não foi contabilizado, mas há suspeitas de que os bandidos levaram desde laptops e outros produtos de informática até dinheiro e cheques de clientes dos estabelecimentos.

No ano passado, outras lojas foram assaltadas no mesmo mall em pelo menos três oportunidades e, na ocasião, muitos proprietários suspeitaram da ação de brasileiros nos crimes. O último assalto ocorreu no Natal, quando ladrões invadiram o Supermercado e Açougue Brasileiro, e levaram dinheiro e cheques. Propietários de várias lojas reclamaram que alertaram à administradora do mall, mas não foram tomadas as providências devidas.

Um policial do Broward Sheriff’s Office disse, no ano passado, que num período de duas semanas foram registradas pelo menos 21 ocorrências do tipo na Federal Highway, entre Pompano Beach e Deerfield Beach. As autoridades dos três condados da região (Dade, Broward e Palm Beach) vêm anunciando que pretendem instalar câmeras de segurança em locais considerados críticos, mas a vontade esbarra no orçamento. “Se é para prevenção de crimes como o que temos visto nos últimos meses, vale a pena investir”, argumenta o chefe-assistente da polícia de Palm Beach, Guillermo Perez.