Mais carteiras do que alunos

0
815

Previsões apontam que várias escolas de Broward estarão ociosas dentro de três anos

Estudos mostram que no ano letivo de 2012 as escolas de Broward terão cerca de 35 mil vagas ociosas. Para piorar, o condado apresenta um desequilíbrio entre as instituições localizadas na parte oeste, que estão lotadas de alunos, e as no leste, que têm até 40% de disponibilidade. Por isso o governo do Estado determinou que nenhuma nova escola poderá ser erguida nos próximos anos.

O programa multibilionário de Broward que garantiu a construção de várias escolas nos últimos anos vem sendo duramente criticado e vistoriado nos mínimos detalhes. Irregularidades já levaram para a prisão uma das responsáveis pelo projeto, Beverly Gallagher, que fazia parte do conselho de educação: ela foi acusada de receber propina para favorecer determinados fornecedores nas licitações para as obras.

Os outros membros do conselho refutam as acusações e não admitem que há disponibilidade excessiva nas salas de aula. “Não é verdade, o número que foi divulgado não é verdadeiro”, argumentou Robin Bartleman. Mesmo assim, ninguém pode negar que o número de matrículas para as escolas públicas vem caindo a cada ano, desde 2006, ano em que começou o processo de ampliação da rede escolar no condado.