Mais um revés contra os imigrantes

0
798

Governo dos EUA não vai reabrir casos de imigração negados por incompetência jurídica

O Secretário de Justiça dos Estados Unidos, Michael Mukasey, acabou com a esperança de milhares de estrangeiros que ainda esperavam reabrir seus processos de imigração que foram negados ou arquivados por incompetência ou erro por parte dos advogados. A decisão do governo americano deve resultar na deportação de milhares de indocumentados e mereceu críticas severas por parte da União Americana de Liberdades Civis (ACLU, na sigla em inglês).
A lei estipulava que quando um estrangeiro perdia seu caso diante de uma Corte de Imigração e conseguia comprovar, com evidências, que o fracasso foi provocado pelo erro na assessoria legal, o interessado tinha uma brecha para reabrir o processo. No entanto, o secretário Mukasey cortou este direito. “O impacto negativo será sem precedentes. Muitas pessoas serão deportadas simplesmente porque tiveram o azar de serem representadas de maneira equivocada por advogados de imigração”, disse Lee Gelernt, diretor da ACLU.
Lucas Guttentag, também diretor da entidade, foi ainda mais longe: “Dias antes da posse de Obama, o Departamento de Justiça de Bush deu mais um passo para negar os direitos fundamentais de um grupo já tão vulnerável”. A Fundação Americana de Leis de Imigração (AILF, na sigla em inglês), condenou o que definiu como “decisão de último minuto” por parte da atual administração.