Marido é acusado de cortar garganta de brasileira em Connecticut

0
691

Mulher sobreviveu à agressão e está sob proteção do Estado

DIVULGAÇÃO
Amado Rodriguez

Amado Rodriguez

DA REDAÇÃO (com Brazilian Times) – Uma mulher brasileira está sob proteção do estado após sofrer um corte profundo no pescoço provocado pelo ex-marido Amado Rodriguez, 48 anos, que foi preso. Rodriguez esfaqueou a ex-esposa e um idoso que ela estava cuidando na cidade de Milford (Connecticut). O crime aconteceu em abril e o acusado foi preso esta semana na Philadelphia, de acordo com informações do FBI.

O crime foi cometido numa casa em Washington Street, em Milford. O acusado entrou na casa sem permissão, foi até o quarto da mulher e a cortou com uma faca enquanto ela dormia. Em seguida, ele atacou o idoso que é deficiente visual.

Depois do crime, Amado fugiu do estado e os investigadores acabaram descobrindo que ele estava na Filadélfia. Ele responderá por agressão em primeiro grau, agressão em primeiro grau a uma pessoa idosa, invasão de domicílio, roubo em primeiro grau, furto em segundo grau, violação de uma ordem de restrição e tentativa de homicídio.

A vítima, que não quis seu nome identificado, procurou a redação do Brazilian Times em Boston (Massachusetts), para contar a história. Ela é uma brasileira que está mantida em um lugar seguro e secreto, protegida pelas autoridades.

A mulher não quis dar mais detalhes sobre a região em que ela está, mas disse que seu objetivo agora é promover uma luta contra a violência doméstica. “Minha intenção é mostrar para todos que este tipo de crime acontece com frequência nos lares brasileiros e precisamos dar um basta”, disse.

O Grupo Mulher Brasileira ajuda mulheres vítimas de violência nos Estados Unidos. A entidade promove workshops, palestras e reuniões com vítimas deste crime. Para saber mais ou como denunciar um agressor é só ligar no telefone 617-202-5775.