Marinha americana abre possibilidade de retorno à brasileira expulsa injustamente

0
536

Graciela Saraiva deve ser reintegrada esta semana e terá de volta suas condecorações

A Marinha americana voltou atrás e suspendeu a expulsão de Graciela Falqueto Saraiva, brasileira naturalizada americana, que havia sido afastada por suposto consumo de drogas. Ela foi julgada sumariamente em novembro do ano passado, sem chance de defesa, apesar de ter garantido que apenas fez uso de um analgésico (Tylenol), que contém codeína, uma variação da morfina, após a retirada de dois sisos. Depois da mobilização, que envolveu até parlamentares brasileiros, Graciela será reintegrada à Navy ainda esta semana.
Segundo a família da militar, a Navy americana já teria enviado os formulários para a devida retificação de seus registros militares, a restituição das condecorações e a oferta da assistência necessária à sua reincorporação. Toda a documentação enviada por Graciela – os exames médicos, que comprovam a ida ao dentista e o uso do medicamento – foram analisadas pela corporação e a notícia da reintegração foi dada pela oficial do Centro Operacional da marinha americana em Baltimore, Cherryl Hawthorne.