Miami Heat ‘aposenta’ o número 33

0
561

Ninguém poderá mais usar a camisa do astro Alonzo Mourning

O pivô Alonzo Mourning se tornou o primeiro jogador na história do Miami Heat a ter a sua camisa ‘aposentada’. Ou seja, ninguém mais poderá usar o número 33 ao jogar pela franquia da Flórida. O jogador não conteve as lágrimas em uma cerimônia que contou até com a leitura de uma carta escrita pelo presidente dos EUA, Barack Obama, fã declarado de basquete e torcedor do Chicago Bulls. “Gostaria que você é motivo de orgulho não apenas pela sua carreira extraordinária, mas também pela sua capacidade de ajudar a comunidade. Você tem sido e continuará sempre um grande líder”, escreveu a maior autoridade americana.

Mourning foi um dos mais importantes jogadores nos 21 anos de história do Miami Heat e ajudou a equipe a conquistar o título da NBA em 2006, o único de sua carreira. Ele é o recordista do time em tocos (blocks) e foi eleito o melhor jogador de defesa da liga em suas oportunidades. Alonzo jogou no Heat de 1995/96 a 2001/2002 e de 2004/2005 a 2007/2008, quando se aposentou. No início da década ele esteve ameaçado de parar, devido a uma doença nos rins, mas recebeu um transplante poucos meses depois.

Alonzo Mourning ficou muito emocionado durante a cerimônia, na quadra do American Airlines Arena. Na presença da família, amigos, ex-atletas e representantes da liga americana de basquete, ele não se conteve quando a bandeira com o seu nome e número subiu ao teto do ginásio.