Michael Davis

0
783

Um retrato do Natal nos EUA

Carlos Wesley

Documentarista brasileiro lança filme com imagens clássicas da celebração da principal festa americana

Não se engane pelo nome inglês: Michael Davis é brasileiríssimo e certamente você ouvirá falar muito deste paulistano de 40 anos. Cineasta, ele acaba de finalizar um documentário emocionante sobre as lembranças natalinas de dezenas de famílias norte-americanas, que será lançado em DVD no dia 20 de novembro. ‘Christmas Memories’, com 80 minutos de duração, é uma obra de arte que mescla imagens reais e ficção.

“Normalmente as filmagens são feitas em cima de um roteiro, mas nesse caso partimos das imagens e momentos clássicos preservados por quase um século para contar pequenas histórias sobre o Natal.
No filme, as duas coisas se unem”, conta o brasileiro, que mora em Raleigh, na Carolina do Norte. Michael se refere a filmes caseiros de 16mm ou 18mm, datados do final da década de 30 até os anos 60, adquiridos em feiras de antiguidade e leilões de espólio.

O resultado final, tocante, serve como retrato de como a data mais importante do calendário cristão é comemorada nos Estados Unidos. São 15 pequenos capítulos mostrando famílias – a maior parte delas desconhecidas do próprio produtor e diretor – ao redor da ceia, crianças abrindo os presentes e brincando na neve, pessoas entoando canções natalinas e muito mais.
Para transformar todo o precioso material em um documentário, Michael e a colega Denise Rotten criaram histórias para descrever e unir todas as imagens. O DVD será vendido em lojas como Wal-Mart e Costco.

Michael é um apaixonado por películas e câmeras antigas – sua coleção contém mais de 50 filmadoras, máquinas de retrato e projetores do século passado. A idéia do ‘Christmas Memories’ nasceu quase por acaso: “Ao ver cenas de Natal em um filme caseiro numa das máquinas antigas, percebi a riqueza do material. Dias depois, meu sogro me mostrou imagens de quando ele era criança e das reuniões de família em dezembro. Aí, eu já tinha todo o roteiro na cabeça”, relembra.

Influência do Brasil

Dono de uma produtora (Uptone Pictures), Michael é casado com uma americana, mas foi no Brasil que ele adotou sua filha, uma piauiense que acaba de completar um aninho. “Sou brasileiro e o país ainda exerce muita influência na minha vida e no meu trabalho. Tanto que o filme foi editado em São Paulo”, ressalta o documentarista, filho de um inglês com uma carioca. A vinda para os Estados Unidos ocorreu há mais de 20 anos, quando ele veio para uma universidade de Ohio com uma bolsa de estudos para jogar futebol (soccer). “Como todo brasileiro, eu tinha o sonho de ser jogador. Mas acho que tudo aconteceu melhor do que eu imaginava”.

Ele agora terá uma agenda cheia para divulgar o filme. Estão previstas entrevistas em programas de televisão nos Estados Unidos (inclusive Larry King Live), Canadá e Austrália. Uma versão do documentário será exibida na televisão, no dia de Natal, na CW Network, para mais de 105 milhões de pessoas em todo o país. Quem não aguentar esperar, o site www.christmasmemories-the movie.com já disponibiliza outros detalhes, várias informações do set de filmagens e até um trailer da produção. Até lá, você certamente vai ouvir a canção-tema do filme, ‘Memories of Christmas’, na voz de de Jill Parr, em mais de 800 rádios americanas.