Montadoras se apressam para lançar o primeiro carro elétrico

0
542

Novidade é a maior atração do Salão do Automóvel de Detroit

Uma luz no fim do túnel. Assim está sendo encarado pelas montadoras a primazia no lançamento do carro elétrico no mercado. Diante dos problemas de queda de vendas, a corrida para ver quem vai dominar este segmento é a principal chance de salvar as empresas na atual crise financeira mundial.

Por isso, quase todas as montadoras – desde as americanas GM, Chrysler e Ford, até as que ainda tentam entrar no mercado americano, como as chinesas BYD Auto e Brilliance, passando pela japonesa Toyota – apresentam este ano protótipos ou projetos de modelos puramente movidos a eletricidade no Salão do Automóvel de Detroit, que será aberto em janeiro. Desde o início do desenvolvimento desses veículos não poluentes, a maior dificuldade tem sido a bateria. Até agora, a solução encontrada ocupa muito espaço, tem baixa autonomia e é cara.

A General Motors decidiu produzir sua própria bateria nos EUA. Vai investir um bilhão de dólares na primeira fábrica desse equipamento, que deve começar a operar em 2010, e montar um laboratório específico para o desenvolvimento do produto. A Ford, por sua vez, anunciou parceria com a fabricante de autopeças Magna para desenvolver uma linha de baterias para equipar modelos elétricos que devem ser lançados em 2012. A Chrysler trabalha em quatro modelos com tecnologia similar. O modelo puramente elétrico da Toyota, a primeira a lançar carros híbridos, está previsto para 2012. Se cumprir sua promessa, a chinesa BYD Auto chegará antes.