Morre Luciano Pavarotti, o mais famoso tenor do século XX

0
1445

Artista perdeu a batalha contra o câncer de pâncreas

Da redação
A música ficou mais triste na madrugada de ontem, com o falecimento do tenor italiano Luciano Pavarotti, 71 anos. O cantor lutava ha anos contra o câncer de pâncreas, e havia sido submetido à cirurgia no ano passado. Desde então emagreceu e não mais conseguiu seguir sua rotina. No último ano Pavarotti tinha perdido 30 quilos e usava uma cadeira de rodas para se locomover.
Debilitado, não resisitiu e faleceu na madrugada desta quinta-feira, 6, em Modena, sua cidade natal.
No mês passado o tenor sofreu mais uma internação, desta vez em Modena, acometido de uma forte pneumonia.
Segundo a família, a morte era esperada pelo próprio cantor. Ele falava freqüentemente de seu desejo de se juntar aos pais e de encontrar finalmente a paz, segundo relatou um do filhos.
Pavarotti, que formou ao lado dos espanhóis Placido Domingo e José Carreras o trio de tenores mais famoso do mundo, teve várias de suas apresentações canceladas desde julho do ano passado, quando foi operado, entre elas um concerto no Brasil ao lado do cantor Roberto Carlos.
Nascido em Modena, na região de Emilia Romagna, Itália, em 12 de outubro de 1935, Pavarotti estreou nos palcos no dia 29 de abril de 1961, no papel de Rodolfo, da ópera La Bohème, de Puccini. Quatro anos depois, o tenor, então com 30 anos, fez sua estréia americana ao lado de um mito da ópera, Joan Sutherland, que o recomendou para substituir um cantor doente na ópera de Miami. No mesmo ano, 1935, ele fez sua primeira apresentação no templo da ópera, o Scala de Milão, interpretando novamente o papel de Rodolfo de La Bohème.