Histórico

Mulher é presa oferecendo fotos de sua filha nua a policial

Moradora do subúrbio de Michigan, nos EUA, sugeriu que o investigador
mantivesse relações sexuais com garota de sete anos em troca de dinheiro

Uma mulher de 33 foi presa, em Michigan, nos Estados Unidos, depois de oferecer a um investigador fotos de sua filha de sete anos nua. Em troca de dinheiro, a mulher também ofereceu para que o policial mantivesse relações sexuais com a menor, informaram fontes policiais neste domingo, 1.

A mulher foi presa na última sexta-feira, em um hotel, durante um encontro com um agente disfarçado, segundo uma declaração do departamento de Polícia do Condado de Wayne.

Policiais disseram que, inicialmente, a mulher havia oferecido ao investigador as fotos de sua filha, mediante pagamento, informou o jornal Detroit Free Press.

“É um caso horrível”, disse o xerife Warren Evans em uma declaração. “Pensar que uma mãe poderia oferecer a própria filha é algo impossível de se compreender.”

Segundo informou a Polícia, a mulher responderá por cinco crimes, incluindo abuso sexual de menores, uso ilegal da internet para promoção de pedofilia e distribuição de conteúdo sexual infantil. Ela pode pegar até 20 anos de prisão pelos crimes.

A mulher também foi acusada de prostituição, já que ela mesma se ofereceu ao investigador. O xerife disse que na internet a mulher se dizia prostituta.

A garota e suas quatro irmãs, de idades entre 6 e 12 anos, estão sob custódia, de acordo com o porta-voz do departamento John Roach.

O nome da mulher, que vive em subúrbio de Detroit, não foi revelado para preservar a identidade da criança.