Multimilionário George Soros pressiona pela reforma imigratória

0
808

Ele financia eventos, passeatas e concentrações para pressionar o Congresso que aprove uma lei que permita legalizar os indocumentados

O empresário George Soros aumentou suas doações para grupos de pressão políticos para que continuem batalhando pela aprovação de uma reforma imigratória integral.

Soros, um financista, investidor e filantropo judeu de origem húngara naturalizado americano aumentou em até $11 milhões as contribuições através de sua fundação Open Society Center, divulgou a agência Efe.

A fundação destinou $330 mil em 2012 e $11 milhões em 2013, revelou The Washington Post.

O diário acrescentou que a Open Society Center não pode usar fundos para exercer pressão direta, por isto optou pela canalização de seu respaldo financeiro para grupos ativistas.

A Alliance for Citizenship, que em 2013 organizou dezenas de passeatas e concentrações por todo o país em apoio à reforma imigratória, foi uma das principais receptoras das doações de Soros.

O presidente do Congresso John Boehner (republicano de Ohio) disse ter dúvidas sobre enviar ao plenário um plano no decorrer de 2014.

Outros líderes republicanos também destacaram que a reforma imigratória não será debatida e provavelmente será feita no próximo ano, depois das eleições de novembro quando os americanos renovarem o Congresso.

A revista Forbes estimou em 2011 a fortuna de Soros em $22 bilhões, a sétima pessoa mais rica do mundo.

A família Soros sobreviveu à perseguição nazista durante a II Guerra Mundial graças à astúcia do pai do milionário.

Em 1956 Soros emigrou para os Estados Unidos. O multimilionário é dono da Torre Mayor de México, o edifício mais alto da América Latina.