Mundo assustado com a disseminação da gripe suína

0
623

Doença já se espalhou até para a Europa. EUA decretam estado de emergência

O mundo está em estado de alerta para conter a possibilidade de pandemia da gripe suína, depois que o número de casos confirmados e de mortes pelo vírus aumentou. Só no México, onde surgiu a doença, há o registro de 103 vítimas fatais e de outros 400 pacientes hospitalizados. Nos Estados Unidos, o presidente Barack Obama decretou estado de emergência na saúde, depois da notícia de pelo menos 20 casos nos estados de New York, Texas, Ohio, Kansas e Califórnia. O Canadá informou sobre outros seis doentes e a gripe suína já chegou também na Europa: a Espanha se tornou o primeiro país daquele continente a apresentar um caso do vírus.
A Organização Mundial de Saúde (OMS), no entanto, afirmou que a comunidade internacional está mais bem preparada do que nunca para enfrentar um novo tipo de vírus de gripe, segundo o diretor assistente da organização Keiji Fukuda. Ele disse que os anos de preparo para enfrentar a gripe aviária levaram à melhora nos estoques de antivirais. “Pedimos que os países ajudem a esclarecer a situação, forneçam o máximo de informação possível. Por exemplo: pedimos que todos os países aumentem a vigilância e o cuidado para que possamos detectar o mais rápido possível como este vírus está se espalhando”, afirmou o representante da OMS.
Nos EUA, a secretária de Segurança Interna, Janet Napolitano, tentou tranquilizar a população, afirmando que o nome “soa mais grave do que realmente é”. Ela acionou as agências federais, estaduais e locais para atuarem juntas na prevenção e no tratamento da doença. Mas a situação está realmente grave no México, onde a população só sai às ruas com as máscaras de proteção. Escolas suspenderam as aulas, o comércio fechou as portas e até os jogos do campeonato de futebol foram adiados para evitar a circulação de pessoas pelas ruas. Para ajudar o México a enfrentar a epidemia da gripe suína, o Banco Mundial (Bird) aprovou um empréstimo emergencial de 205 milhões de dólares para o país.
O vírus da gripe suína tipicamente afeta porcos e não humanos. Mas o vírus sofreu mutações com misturas entre vírus que atacam suínos, aves e humanos. O vírus H1N1 é a mesma variedade que causa epidemias de influenza em humanos. É transmitido, entre pessoas, principalmente por espirros e tosses. Os sintomas são febre superior a 39ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal. Embora já existam remédios que parecem ser eficazes contra o vírus, especialistas querem saber a razão de algumas pessoas ficarem gravemente doentes enquanto outras apresentam apenas sintomas mais leves de gripe.