Na Flórida, Obama manda recado aos seus opositores

0
452

Pela segunda vez desde que assumiu o cargo, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, visitou o sul da Flórida. Ao participar de um evento do Partido Democrata para levantar fundos de 1,5 milhão de dólares para os candidatos às eleições de 2010, ele mandou uma mensagem para seus inimigos políticos: “Só porque sou magro não significa que não seja durão”, disse o presidente, que tem sido muito criticado pela oposição, que o acusa de ter feito pouco em nove meses de gestão.

“Eu não vou recuar, porque agora é a hora de continuarmos com todas aquelas coisas que sabemos que precisam ser feitas, mas que não foram feitas em décadas”, acrescentou Obama. Ele se referiu, por exemplo, a questões como o uso de fundos federais para a pesquisa com células-tronco, a lei que garante às mulheres pagamentos iguais aos dos homens em locais de trabalho, medidas anti-fraude e, principalmente, um programa de saúde universal, que nunca foram abordadas durante o Governo Bush.

Obama também aproveitou para apresentar uma série de conquistas legislativas, começando com o estímulo econômico de 787 bilhões de dólares para acabar com a crise na economia americana. O governador da Flórida, Charlie Crist, não participou dos outros compromissos do presidente no estado, como a visita às instalações da FPL, porque”desconhecia que Obama viesse para a região”.