Nas telas, o drama dos imigrantes

0
538

Filme ‘Biutiful’ tem como pano de fundo a vida dura de indocumentados na Espanha

Se a arte imita a vida, o filme ‘Biutiful’, do diretor mexicano Alejandro González Iñárritu, mostra com uma cruel realidade a vida de trabalhadores indocumentados na Espanha contemporânea. O personagem de Javier Bardem, Uxbal, vive no submundo de Barcelona e é parte de uma engrenagem que mistura trabalho ilegal, pobreza, preconceito e drama, mas que tenta deixar para os filhos um legado positivo.
A experiência foi marcante para Bardem. “Conceitos sobre a imigração ilegal, a exploração de seres humanos e a escravidão moderna assumem nova perspectiva depois que mergulhamos no personagem. Por isso a profissão de ator é mágica, já que permite termos experiências sensitivas desses problemas”, disse o espanhol, que faturou o prêmio de melhor intérprete no Festival de Cinema de Cannes com seu Uxbal.

No filme, os imigrantes lutam para sobreviver em um mundo onde são tratados como animais. Neste cenário, Uxbal tenta colocar sua vida caótica em ordem, pensando nos filhos. O resultado é um retrato emocionante da vida real e também uma ponta de esperança para um mundo melhor, mais tolerante e aberto. “A sociedade está doente, estamos andando na direção errada, nos afastando uns dos outros. Quis apresentar algo humano, que fosse mesmo mexer com o público”, confessou o diretor. O filme estreia nos cinemas dos Estados Unidos em 2011.