Nos EUA, confiança na economia é a maior em oito meses

0
389

Um bom termômetro de que a economia americana está voltando, aos poucos, para os trilhos é o resultado de uma pesquisa publicada esta semana pela instituição privada The Conference Board: a confiança dos consumidores dos Estados Unidos melhorou pelo segundo mês consecutivo e atingiu seu maior índice dos últimos oito meses. O estudo mostrou ainda que a sociedade também está mais otimista em relação ao futuro e 23,1% consideram que a situação econômica será melhor nos próximos seis meses e 20% preveem que haverá mais emprego neste período.

Segundo a diretora do Centro de Pesquisa do Consumidor, Lynn Franco, os números demonstram que a confiança dos consumidores ainda é fraca, mas sugerem que “o pior passou”. A pesquisa apontou que o índice subiu em maio para 54,9 pontos, frente aos 40,8 pontos de abril, e está no nível mais alto desde setembro de 2008, quando estava em 61,4 pontos. Os economistas esperavam um índice de 42,6 pontos, depois da significativa melhora que tinha mostrado em abril a respeito do mês anterior. Os lojistas confirmaram que o fim de semana prolongado devido ao feriado de Memorial Day superou as expectativas do setor. Olhando adiante, os consumidores estão consideravelmente menos pessimistas do que no início de ano, e a sensação é a de que as condições de negócio, o mercado de trabalho e a renda melhorarão nos próximos meses”, afirmou Franco. A pesquisa de confiança se baseia em uma amostra de cinco mil famílias americanas e em dados coletados até o último dia 19.