O que pensa o imigrante sobre a mídia comunitária

0
1144

Pesquisa vai apurar percepção dos brasileiros acerca da nossa imprensa nos Estados Unidos

A Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI-Inter) aproveitou a presença de milhares de nossos conterrâneos no Brazilian Day em New York para dar o pontapé inicial em uma pesquisa que vai identificar o que a comunidade pensa a respeito das mídias em português aqui nos Estados Unidos. O processo do primeiro levantamento nacional de opinião pública junto aos brasileiros que vivem na América começou com a aplicação de 500 questionários em Manhattan e prossegue nas próximas semanas em outros eventos comunitários nas regiões do país onde existem grande representatividade de nosso povo – como Flórida, New Jersey, Connecticut, Georgia, Califórnia e Texas.

Presidente da ABI-Inter, o jornalista Roberto Lima está à frente da iniciativa e, neste primeiro momento, coordenou uma equipe de seis profissionais e voluntários que interagiram com o público em um estande na grade festa em ‘Little Brazil’. “Pela primeira vez teremos um instrumento técnico, que mostrará o que pensa o imigrante sobre a mídia comunitária”, disse Roberto Lima, referindo-se aos mais de uma centena de jornais, revistas, TVs em rede, sites, programas de rádio e tv independentes em língua portuguesa.

O questionário apresentado aos participantes contém sete questões básicas e bem objetivas. O conteúdo das respostas será tabulado e o material servirá de base para que os órgãos de imprensa planejem suas estratégias de marketing e determinem sua linha editorial com base na opinião de seu público-alvo. “Queremos entender melhor o que pensa e quais as expectativas do brasileiro com relação a sua mídia comunitária”, sintetizou o presidente da ABI-Inter, esclarecendo que serão aplicados pelo menos 1.200, uma amostragem considerada ideal para este tipo de pesquisa.