Obama apresenta equipe que cuidará da área econômica

0
489

Primeira tarefa será preparar pacote para livrar país da crise

A equipe econômica do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, terá como primeira tarefa moldar um plano de estímulo para tirar a economia da recessão, tendo como ponta de lança a criação de 2,5 milhões de novos empregos em dois anos. Segundo o futuro líder da Nação, a proposta deverá também basear-se em investimentos em energias alternativas e em infra-estrutura. O democrata, porém, não falou em cifras, mas especula-se que o novo Congresso, com maioria democrata, pode aprovar um plano que varia de 500 a 700 bilhões de dólares. Segundo Obama, a equipe vai trabalhar em conjunto com a atual administração e com o Fed e lhe fornecerá relatórios diários sobre os avanços do pacote.

“O trabalho deles já começou, pois não há tempo a perder”, disse Obama, ao anunciar a nova equipe econômica e mencionar, mais uma vez, a gravidade da crise. “Não será fácil. Não há atalhos e é provável que a crise piore”, afirmou o presidente eleito aos jornalistas, prometendo também revisar o orçamento federal para eliminar gastos desnecessários. A coletiva para imprensa foi dada em Chicago, justamente para apresentar os nomes que estarão à frente da combalida economia americana.

O presidente do Federal Reserve (Fed) de New York, Timothy Geithner, será o secretário do Tesouro, e Lawrence Summers, que exerceu o mesmo cargo no governo Clinton, foi nomeado diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca. Completam a equipe duas mulheres. Christina Romer, professora da Universidade de Berkeley, como chefe do conselho de assessores econômicos da Casa Branca, e Melody Barnes, vai chefiar o conselho de políticas domésticas.

Com o apoio dos escolhidos, Obama disse que a crise levou a um consenso entre economistas de direita e de esquerda de que um grande plano de estímulo econômico, como o que ele planeja, é necessário. “Precisamos que o Congresso aprove o plano para começarmos a todo vapor”, disse. Ele ainda se comprometeu com a recuperação do sistema financeiro.