Obama insiste em vetar redução de impostos para ricos

0
618

Decisão desagrada republicanos, mas presidente busca recuperação econômica

Mesmo depois de se comprometer com os republicanos no sentido de manter reduções fiscais por mais dois anos, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, voltou a defender que os americanos mais ricos devem pagar mais impostos. Sou contra a redução de impostos para o segmento mais alto, como fizeram durante anos. A longo prazo, simplesmente não podemos permitir isto e ao final dos próximos dois anos lutarei contra esta situação, disse o líder na Nação.

Os enfrentamentos com a oposição têm sido ferrenhos, ainda mais depois das eleições legislativas, que deram mais assentos no Congresso aos republicanos e, com isso, limitaram a capacidade de manobra do presidente. No entanto, a redução de impostos deve, até 2012, aumentar em cerca de 900 bilhões de dólares a já enorme dívida interna E esse argumento é difiícil de ser contrariado.

Obama chegou a um acordo com os republicanos para manter as reduções de impostos para todos os americanos em troca da manutenção, por mais 13 meses, do pacote de ajuda aos desempregados, que terminaria no dia 31 de dezembro. Como o índice de desemprego está próximo a 10%, a ajuda vai beneficiar milhões de americanos. O plano não é perfeito, mas constitui um passo essencial no caminho da recuperação econômica.