Obama libera extração de petróleo no oceano Ártico

0
499

O governo Barack Obama concedeu na segunda-feira (11) licença condicional à empresa petrolífera Shell para perfurar poços de petróleo e gás natural no oceano Ártico a partir de julho. As informações são do jornal New York Times.

A decisão é uma vitória do setor petroleiro após anos de pressão para operar no mar de Chukchi (uma extensão do oceano Ártico entre o Alasca e a Rússia onde se estima haver grandes reservas de petróleo e gás natural).

A região ártica – estratégica em termos ambientais, econômicos e geopolíticos – abriu nos últimos anos nova frente de disputa entre Rússia (que mantém vários projetos locais), países do norte europeu (sobretudo Noruega, que tem a maior atuação na área), EUA e, mais recentemente, China, por meio de parcerias internacionais.

A nova decisão americana impõe um revés aos ambientalistas, que vinham pressionando o governo para rejeitar as propostas no Ártico, e lança ambiguidade sobre o legado ambiental de Obama.

O argumento central é que, por causa do isolamento da área, um acidente ali poderia ter consequências piores que as do vazamento do Golfo do México em 2010, quando, após a explosão de uma plataforma, 11 pessoas morreram e milhões de litros de petróleo oram derramados no mar.